Em Picuí-PB, Gestão Municipal entrega nos próximos dias obra de proteção do Parque ecológico

Por |

A Gestão Municipal de Picuí, Seridó paraibano anunciou para os próximos dias, a conclusão de mais um benefício para o Parque Ecológico “Fausto Germano”, localizado no bairro Cenecista, zona Oeste da cidade.

A ação se trata da construção de cerca em estaca de cimento com base, guarita central com portões e estacionamento lateral, com o objetivo de oferecer maior proteção e segurança ao logradouro público.

Durante a atual administração foi construída também uma área de lazer com duas piscinas, piso adequado e a iluminação do ambiente com placas de LED e proteção lateral ao lado do Centro do Idoso Manuel Oliveira dos Santos – ‘Manuel Putêncio’, cujo objetivo é atender ao Núcleo de Apoio à Criança e ao Adolescente – NACAD e as atividades de hidroginásticas desenvolvidas com os integrantes do grupo de idosos dos programas sociais do município.

Com as atuais obras, a administração municipal já investiu mais 200 mil reais com recursos próprios, através das contribuições sociais, que as pessoas deduzem do imposto de renda e indicam Picuí como município receptor, o Fundo da Infância e Adolescência, através de parceria com o banco Santander faz sua parte social, coleta os recursos e transfere para o município de Picuí, fazendo com que melhoremos por completo toda estrutura do Parque, ─ disse a secretária de assistência social keiles Lucena.

A ação vem de encontro às falácias de que o Parque Ecológico, um dos cartões postais de Picuí, está abandonado.

De acordo com o que se constata, o único prédio que se encontra em estado deplorável, é o auditório central, construído em administrações anteriores, o qual caiu por três vezes e que por pouco não foi registrado tragédias com mortes de crianças e adultos que lá transitavam diariamente.

De acordo com informação, o prédio em tela, se encontra interditado pelo CREA-PB, com processo judicial em curso objetivando identificar e punir na forma da Lei os culpados.

Portal do Curimataú