Empresa de ônibus envolvida em acidente com mais de 40 mortos é clandestina

Por |

Em nota à imprensa, no entanto, a empresa negou irregularidades. “Toda a documentação relativa ao veículo envolvido no trágico acidente está em conformidade com os órgãos governamentais e em perfeita validade”, afirmou.

A empresa disse ainda que está prestando auxílio às vítimas e que se solidariza com os familiares.

Até a última atualização desta reportagem, o G1 não havia conseguido contato com nenhum representante da empresa.

O acidente

A colisão aconteceu por volta das 6h30, no km 172 da Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho. O ônibus, que seguia sentido Taguaí, bateu de frente em uma carreta que vinha no sentido contrário da rodovia.

No ônibus havia cerca de 50 funcionários da Stattus Jeans, com sede em Taguaí. Segundo informações da Polícia Militar, o ônibus pegou passageiros em Itaí e Taquarituba e seguia para a empresa têxtil quando houve o acidente.

Segundo o porta-voz da PM, tenente Alexandre Guedes, este é o maior acidente do ano nas rodovias do estado de São Paulo.

Com G1

    Sem tags.