Ex-prefeito de Pedra Lavrada-PB é acusado de não assinar contratos e município perde cerca de 2,1 milhões

Por |

Nesta quarta-feira (20), o prefeito de Pedra Lavrada, Seridó paraibano Tota Guedes, usou sua rede social para denunciar o ex-prefeito do município Jarbas Melo de se omitir a assinar dois contratos oriundos de Emendas Parlamentar do deputado Efraim Filho (DEM), cujo valor soma R$ 2,1 milhões.

Segundo Tota, as duas Emendas seriam destinadas a construção do novo Mercado Público (1,6 milhões) e recuperação do Estádio de Futebol “Afonso Cordeiro Agra” (500 mil), entretanto como foram recursos orçamentários da união aprovados em dezembro de 2020, precisava, portanto da assinatura nos contratos do ex-prefeito Jarbas.

Tota afirmou que existia um compromisso de Jarbas com a população em assinar os contratos em tela, fato que apesar dos inúmeros apelos não aconteceu até esta terça-feira (19), ultimo dia estabelecido pela Caixa Econômica Federal.

A omissão do ex-prefeito Jarbas, foi vista por seus conterrâneos como falta de espírito público, retaliação e vingança a atual administração, prejudicando diretamente a população da terra do minério.

Obedecendo aos princípios do bom jornalismo, a redação deste Portal do Curimataú tentou contato via telefone com Jarbas, mas não conseguiu, entretanto coloca o mesmo espaço a disposição do mesmo para uso do contraditório.

Portal do Curimatau