Caldense vira em casa e derrota o Atlético-MG por 2 x 1

Por |

O Ronaldão, em Poços de Caldas, recebeu um jogo animado nesta quinta-feira. O Atlético viajou para tentar manter os 100% de aproveitamento no Campeonato Mineiro, enquanto a Veterana precisava vencer para se manter no G-4. E a dona da casa levou a melhor. O Galo até abriu o placar no primeiro tempo, com Keno, mas a Caldense voltou muito melhor para a etapa final e conseguiu a virada, com gols de Verrone e Gabriel Tonini.

Com o resultado…

O Atlético segue líder, com 15 pontos, mas viu o América (que venceu na rodada) encostar. O Galo está na primeira posição por ter saldo de gols superior ao do Coelho. A Caldense, com a vitória, pulou para a terceira posição, agora com 11 pontos. Clique aqui e veja a tabela completa do Estadual.

Primeiro tempo

Diferentemente do que o torcedor atleticano está acostumado a ver, o time não começou bem a partida e teve dificuldades, principalmente, no setor ofensivo. Tanto é que, aos 14 minutos do primeiro tempo, foi da Caldense a primeira finalização perigosa do jogo. Porém, oito minutos depois, a qualidade do elenco alvinegro foi decisiva. Em cobrança de falta, Nacho Fernández “colocou” a bola na cabeça de Keno, que abriu o placar. A partir daí, a equipe de Cuca controlou o ritmo da partida, sem oferecer grandes incômodos aos donos de casa. Inspirada, a Veterana ainda assustou o gol de Everson em mais duas oportunidades e mostrou o que estava por vir na etapa final. O 1 a 0 para o Galo foi o placar parcial, levado aos vestiários.

Segundo tempo

A pressão da Caldense continuou desde os primeiros minutos da segunda etapa. Primeiro com Gabriel Tonini, que quase marcou um golaço após um chute de fora da área. Aos quatro, o empate veio com Verrone, que recebeu de Amarildo na área e finalizou rasteiro, sem chances para Everson. Cuca tentou “sacudir” o Galo com as entradas de Savarino e Hyoran nos lugares de Vargas e Zaracho. O venezuelano até entrou bem e deu mais movimentação ao lado direito do ataque atleticano. Pouco adiantou. Eduardo Sasha e Marrony também entraram em campo, substituindo Hulk e Keno. As alterações não surtiram efeito. Aos 36 minutos, Tonini roubou a bola de Hyoran no campo de ataque e, dessa vez, acertou um belo chute. O Galo ainda tentou esboçar uma pressão final, mas não teve sucesso. A Veterana comemorou a vitória de virada, com o placar de 2 a 1.

Agenda

As duas equipes voltam a campo neste fim de semana, pela sétima rodada do Campeonato Mineiro. O líder Atlético tem clássico contra o América, domingo, às 16h (de Brasília), no Mineirão. Já a Caldense enfrenta o Pouso Alegre, às 15h30 do mesmo dia, no estádio Manduzão.

100% contra os mais poderosos

A Caldense alcançou um feito histórico ao vencer o Atlético nesta quinta-feira. Pela segunda vez na história do clube (a primeira foi em 1974), o time de Poços de Caldas venceu os três times de Belo Horizonte (Atlético, Cruzeiro e América) numa mesma edição do Campeonato Mineiro. Antes de bater o Galo, a Veterana havia derrotado o Cruzeiro e o América, ambos por 1 a 0 e em Belo Horizonte.

Redação com GE