População volta às ruas do Brasil neste domingo (1º) em defesa do voto impresso, da família e da liberdade

Por |

Apoiadores e simpatizantes do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltam às ruas neste domingo 1º de agosto, em manifestação nacional em defesa do voto impresso auditável nas eleições de 2022, contra ao retorno da corrupção, a interferência indevida do STF e apoio a família e a liberdade, principais bandeiras do Palácio do Planalto.

A manifestação do bem chamado pelos apoiadores vem sendo divulgado nas redes sociais e esta prevista para este domingo dia 1º de agosto, onde se espera uma grandiosa participação da população brasileira.

A deputada Bia Kicis (PSL-DF), presidente da CCJ da Câmara e autora da PEC 135/19, é uma das principais entusiastas do movimento. “Brasileiros unidos pelo voto eletrônico impresso e auditável e pela pauta do bem. Os votos precisam ser impressos e contados publicamente. Domingo dia 1ºde agosto vamos às ruas!”, escreveu a parlamentar nesta sexta (30) no Twitter.

A deputada Carla Zambelli (PSL-SP) também usou as redes sociais para convocar a população para a marcha. “Lutaremos pela democracia, pela família, contra a interferência indevida nos demais poderes pelo STF e pela liberdade do nosso povo. Domingo 1° de agosto, o Brasil inteiro estará nas ruas por eleições transparentes, pela aprovação do voto impresso auditável e pela continuação de um governo sem corrupção”, postou.

“Vamos separar essa data para participarmos dessa enorme manifestação! A esquerda não tomará novamente nosso país, não suportamos mais o retorno da corrupção e da roubalheira que afundou o nosso Brasil durante os governos anteriores”. Diz a postagem de chamamento ao movimento.

Redação com Agencia de Notícia

    Sem tags.