CÁSSIO E A AVALIAÇÃO DE RICARDO

Por - em 8 anos atrás 698

  • CÁSSIO E A AVALIAÇÃO DE RICARDO

    O senador Cássio Cunha Lima disse há poucos dias que o PSDB vai decidir que caminho tomar na sucessão estadual de outubro “depois de avaliar os últimos três anos da atual gestão.” 

    Quer dizer, se o PSDB avaliar como positiva a gestão estadual do PSB, reafirma a aliança de 2010 agora em 2012. Se, ao contrário, avaliar como negativa, desfaz a aliança. O posicionamento dos tucanos na Paraíba é legítimo. Afinal, algum parâmetro precisa balizar a decisão a ser tomada.

    Entretanto, se tal avaliação for pra valer, penso que a aliança PSDB/PSB será mantida, e explico: a Confederação Nacional da Indústria (CNI) contratou pesquisa junto ao IBOPE para avaliar o desempenho do Governo Dilma e dos Governos Estaduais. A coleta de dados foi realizada entre os dias 23 de novembro a 2 de dezembro passados, e ouviu 15.414 eleitores em 727 municípios brasileiros de todos os Estados brasileiros, e apontou o Governador paraibano como o 8° mais bem avaliado do Brasil e o 2° mais bem avaliado do Nordeste. Ora, como todo poder político tem nascedouro no poder originário, que é o povo, penso não ser de boa prática o PSDB desprezar o pensamento do eleitorado paraibano. Afinal, como dizia Ulysses Guimarães, “o político pode brigar com todo mundo, menos com o povo!”

    Pois bem, a gestão socialista de Ricardo Coutinho foi aprovada por 54% dos eleitores. Mais, 52% confiam na atual gestão estadual. São números oficiais da pesquisa CNI/IBOPE que os tucanos não podem desconhecer sob pena de desconhecerem quem os elegeu.

    Mas, se não bastasse ser o 8° mais bem avaliado do Brasil e o 2° do Nordeste com 54% de aprovação e 52% de confiabilidade, a gestão socialista de Ricardo Coutinho bate a maioria dos grandes nomes do PSDB nacional, o partido que agora quer avaliar o socialista paraibano para decidir pelo destino da aliança. Senão vejamos: enquanto o socialista Ricardo tem aprovação de 54% e confiabilidade de 52%, a estrela maior do tucanato hoje, Geraldo Alkmin, Governador do São Paulo, ostenta 41% de aprovação e 34 % de confiabilidade; o Governador de Goiás, também cacique no tucanato, apresenta 48% de aprovação e 44% de confiabilidade; outro nome destacado do PSDB é o Governador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho, que tem 35% de aprovação e 34%; outro tucano é o governadordo Tocantins, Siqueira Campos que mostra-se com os seguintes números: 34% de aprovação e 32% de confiabilidade; no Pará o tucano Simão Jatene tem 39% de aprovação e 35% de confiabilidade; em Roraima o PSDB também é governo com José Anchieta Júnior, que ostenta 31% de aprovação e 31% de confiabilidade. Apenas, Beto Richa, do Paraná, outro tucano de alta plumagem, aparece com 54% de aprovação e 52% de confiabilidade, mesmos índices do socialista paraibano, e Antônio Anastasia, de Minas Gerais, com 63% de aprovação e 60% de confiabilidade, são os que “rivalizam” com os índices de quem o PSDB paraibano quer fazer avaliação, que aliás são praticamente iguais ao da Presidente Dilma Rousseff, com 56% de aprovação e 52% de confiabilidade. 

    Ora, precisa avaliar mais o que?

 

    Sem tags.