Em Picuí-PB, relógio da matriz de São Sebastião volta a funcionar graças a persistência do Pe. Lúcio e amigos

Por - em 2 meses atrás 48

O tradicional relógio da matriz de São Sebastião de Picuí, Seridó paraibano, passou muito tempo parado, mas voltou a funcionar recentemente, graças a persistência do administrador paroquial, Pe. Lúcio Flávio e colaboradores.

Segundo postagem do religioso numa rede social, o relógio funcionou pela primeira vez em 1º de setembro de 1956. Ele marca a hora com suas badaladas, e a cada meia hora escutamos um único toque. Estava parado há algum tempo e segundo Padre Lúcio volta a funcionar graças aos grandes profissionais Toinho Patrícia e Manuel Melo.

O relógio da matriz de São Sebastião de hora em hora, e de meia em meia hora soa forte, indicando as horas através de suas fortes badaladas e funciona de forma mecânica, sendo recuperado com a contribuição dos dizimistas, ofertantes e colaboradores da igreja matriz.

Relógio mecânico – Basicamente, girando a coroa, uma mola é pressionada e, por meio do seu movimento natural de volta ao formato original, à energia gerada possibilita o funcionamento das engrenagens.

De acordo com informações, o relógio foi adquirido com recursos arrecadados com a realização de uma vaquejada, promovida pelo senhor Pedrinho Henriques, Amando e Antônio Cunha, (irmãos de Pe. Barros), Joca Galdino, Joca Pacífico e outros.

Redação com Francisco Araújo

    Sem tags.