Mourão não pode ser responsabilizado

Por Gilson Brandão - em 5 meses atrás 310

Revendo as mensagens que recebi do nosso grupo e manifestações pertinentes sobre o mesmo assunto, ou seja, a indignação sobre as atitudes do nosso irmão General e Senador Mourão sobre sua conduta por não ter apoiado o nosso ex-presidente Jair Bolsonaro.

No meu entendimento, o General Mourão não pode ser responsabilizado pelos atos do nosso ex-presidente pelos seguintes fatos e fundamentos: O nosso ex-presidente não foi eleito pelos próprios erros de natureza política que ele cometeu, se não vejamos. Primeiro erro: Indicou como seu vice o General Braga Neto que não tinha visibilidade política, ou seja, grande parte do povo brasileiro sequer o conhecia. Segundo erro: Deveria ter indicado um vice que tivesse um bom colégio eleitoral. Terceiro erro: no dia 21 de março de 2021 se não me falha a memória, foi divulgada uma pesquisa para saber qual dos Ministros do nosso ex-presidente que tinha mais apoio da população.   Segundo essa pesquisa, o ministro que teve mais aprovação foi o Mandeta ministro da saúde com 80% de aprovação da população.

Quando o nosso presidente tomou conhecimento dessa pesquisa no seu gabinete, inclusive com os jornalistas que estavam presentes, dava para perceber o seu desconforto pelo desempenho do ministro Mandeta. Com 30 dias após a divulgação dessa pesquisa, o nosso ex-presidente demitiu o Mandeta ministro da saúde, e em seu lugar colocou um general Pazuello reformado que a rigor não tinha preparo nenhum para exercer essa função.

No mês de agosto de 2021, os laboratórios ofereceram 38 Milhões de Vacinas para serem vendidas ao Brasil. O nosso ex-presidente ao invés de ter comprado de imediato as vacinas, postergou a compra e quando resolveu compra-las, os laboratórios já haviam vendido as respectivas vacinas. No mês de setembro de 2021, o ministro da saúde general Pazuello autorizou a compra de 22 Milhões de Vacinas para Covid, decisão esta que foi desautorizada pelo nosso ex-presidente. Inclusive foi divulgado um video em que o nosso ex-presidente e o general Pazuello estavam tomando Whisky e no brinde foi feita a seguinte afirmação: “Manda quem pode e obedece quem tem juízo”.

Observação: Se o ex-presidente Bolsonaro tivesse mantido o Mandeta como ministro da saúde e o indicado como vice presidente ele certamente teria ganho a eleição.

    Sem tags.