Após prisão na Paraíba, homem diz que profissão dele “é o crime” e que é melhor “matar do que morrer”

Por Por Emmanuela Cristine Leite Nunes - em 3 semanas atrás 113

Após a prisão de um dos envolvidos na morte de um trabalhador, dentro de um mercado em Bayeux, um áudio veiculado pelo programa Arapuan Verdade, nesta terça-feira (6), revela a personalidade criminosa e fria de um dos integrantes envolvido na morte do homem.

“Antes ele do que eu. Quem vai roubar, vai para matar ou morrer. Graças a Deus que não morri e estou indo para a cadeia. Minha profissão é o crime”, disse.

O criminoso já responde por crimes de latrocínio e homicídios, além de falsidade ideológica.

De acordo com o delegado João Paulo Amazonas, revelou que o assaltante possui longa ficha criminal e já foi preso e solto diversas vezes. “Foragido do presídio do Serrotão e de alta periculosidade, desde pequeno está no crime. Entra e sai da cadeia desde novo. Esperamos que agora ele passe mais um tempinho preso”, destacou.

A morte do trabalhador ocorreu em outubro do ano passado. A dupla estava foragida e um dos suspeitos foi preso nesta segunda-feira (5).

    Sem tags.