De forma rápida, Polícia Civil elucida homicídio em Barra de Santa Rosa

Por Redação com PCPB - em 2 semanas atrás 27

A celeridade investigativa que tem elevado a Paraíba a posições de destaque nacional ganhou mais um caso de ‘exemplo’. A morte de Reginaldo dos Santos, 50 anos, foi elucidada em menos de 24 horas após o crime, por equipes do Núcleo de Homicídios da 13ª Delegacia Seccional (região de Picuí).

Reginaldo foi assassinado por esganadura e golpes de faca. A esposa da vítima, de 38 anos, disse aos policiais que a casa havia sido invadida por assaltantes e que eles teriam roubado objetos e matado Reginaldo, o que caracterizaria um crime de latrocínio.

A Polícia Civil chegou a prender dois suspeitos, mas informações obtidas durante os depoimentos – deles e da esposa de Reginaldo – apresentavam distorções grotescas. Os policiais, então, continuaram as investigações e constataram que Reginaldo havia sido morto pela própria companheira.

“A acusada tentou enganar a Polícia Civil, buscando simular a prática de um latrocínio, e para isso retirou objetos que guarneciam a residência, jogando-os no mato. Mas ela foi desmascarada no decorrer da investigação, ao tentar encobrir os rastros do seu ato criminoso e violento”, explicou o delegado Carlos Seabra.

A investigada está recolhida na carceragem da Delegacia Seccional em Picuí, onde aguarda a realização da audiência de custódia.

    Sem tags.