Endrick volta a brilhar e Brasil vence o México em amistoso

Por * EDER TRASKINI COLLEGE STATION, EUA (UOL/FOLHAPRESS) - em 2 semanas atrás 20

O Brasil venceu o México por 3 a 2 na noite deste sábado (8), no estádio Kyle Field, em College Station (EUA). Os gols da seleção foram marcados por Andreas Pereira, Martinelli e Endrick. O México diminuiu com gol de Quinoñes e Martínez.

O Brasil saiu na frente logo no começo do jogo e ampliou o marcador no início da segunda etapa. O México foi buscar o resultado e empatou nos acréscimos, mas Endrick brilhou para dar a vitória ao Brasil.

O técnico Dorival Jr mandou a campo uma escalação totalmente reserva. Quatro estrearam como titulares: Éderson, Andreas Pereira, Savinho e Evanilson.

O próximo compromisso da seleção será nesta quarta-feira, às 20h, contra os Estados Unidos, no Camping World Stadium, em Orlando. Será o último amistoso antes da estreia na Copa América.

Reservas mostram serviço; Endrick brilha

Com somente o goleiro Alisson de titular, a seleção não deu chance para o México. Logo no primeiro lance, Andreas Pereira já escapou pela direita e a equipe só não abriu o placar porque Martinelli não alcançou o cruzamento. O meia do Fulham foi um dos destaques da equipe de Dorival, ao lado de Savinho e Yan Couto.

Dorival montou o time com Savinho pela direita, Martinelli pela esquerda e Andreas Pereira como camisa 10 e orientação de se aproximar do centroavante Evanilson. Em dados momentos, Andreas e Martinelli invertiam o posicionamento, e foi assim que saiu o segundo gol da seleção com Martinelli pelo centro.

O segundo gol, inclusive, mostrou também outro mecanismo da seleção de Dorival: a saída de três com Yan Couto por dentro. Éder Militão, como zagueiro pela direita com Arana na outra ponta da saída de três, lançou Yan Couto que teve espaço por dentro porque Savinho fazia a lateral do campo.

No gol mexicano, a seleção tinha feito há pouco três alterações e demorou a se encaixar em campo. O México acertou uma boa triangulação pela direita, passou fácil pela marcação e cruzou para Quiñones dividir com Yan Couto e marcar.

Nos acréscimos do segundo tempo, em rebote de escanteio, o México chegou ao empate. Minutos depois, Endrick brilhou de novo para dar a vitória à seleção,

Lances Importantes

Quase! No primeiro lance do jogo, Evanilson deu a casquinha para Andreas disparar pela direita e cruzar para o meio da área. Martinelli chegou um pouco atrasado e não alcançou para completar para o gol nas costas da marcação.

1×0. Golaço de Andreas Pereira. Savinho disparou do meio-campo deixando marcadores para trás e encontrou Andreas Pereira na entrada da área. O meia deu um corte na marcação e tirou três adversários de uma só vez antes de finalizar no canto oposto sem chance para o goleiro González.

Alisson! Na primeira chance do México, Arteaga arriscou de fora da área e Alisson caiu bonito no canto para fazer boa defesa.

2×0. No começo do segundo tempo, Militão lançou Yan Couto em profundidade. Já dentro da área, ele ganhou a linha de fundo e rolou para o meio. Martinelli chegou tocando de esquerda para ampliar o marcador.

Paralisação por homofobia. O jogo chegou a ser paralisado por gritos homofóbicos da torcida mexicana. Os atletas ficaram no centro da gramado até que os gritos cessassem para a partida ser reiniciada.

2×1. Antuna achou Vega na direita nas costas da marcação da seleção. Ele chegou cruzando e Quiñones apareceu na segunda trave dividindo com Yan Couto e a bola acabou no fundo das redes.

Quase! A seleção fez a triangulação pelo centro do gramado e Endrick achou a ultrapassagem de Vini Jr. O atacante chegou batendo rasteiro de direita, mas parou na defesa do goleiro González.

Invasões. Perto do final do jogo, vários torcedores invadiram o gramado e a partida ficou paralisada por alguns minutos. Os seguranças tiveram trabalho para alcançar os torcedores que corriam pelo gramado.

2×2. O México chegou ao empate em rebote de escanteio já nos acréscimos do segundo tempo. Martínez cabeceou para grande defesa de Alisson, mas no rebote bateu cruzado para vencer o goleiro brasileiro.

3×2. Endrick brilhou de novo. Vini Jr cruzou para a área e Endrick apareceu para cabecear e decidir o jogo.

FICHA TÉCNICA
México 2 x 3 Brasil
Amistosos da seleção brasileira 2024
Data: 08/06/2024 (sábado)
Horário: 22h (de Brasília)
Local: Kyle Field, em College Station (EUA)
Árbitro: Lukasz Szpala (EUA)
Assistentes: Jose da Silva (EUA) e Meghan Mullen (EUA)
VAR: Chris Penso (EUA)
Amarelos: Yan Couto, Militão e Endrick
Público: 85.249 pessoas
Gols: Andreas Pereira, do Brasil, aos 5 minutos do primeiro tempo; Martinelli, do Brasil, aos 8 minutos do segundo tempo; Quiñones, do México, aos 27 minutos do segundo tempo; Martínez, do México, aos 47 minutos do segundo tempo; e Endrick, do Brasil, aos 51 minutos do segundo tempo.
Brasil: Alisson; Yan Couto, Bremer, Militão e Guilherme Arana; Éderson (Bruno Guimarães), Douglas Luiz (Bruno Guimarães) e Andreas Pereira (Paquetá); Gabriel Martinelli (Pepê), Savinho (Vini Jr.) e Evanilson (Endrick). Técnico: Dorival Jr
México: Julio González; Reyes, Johan Vásquez e Arteaga; Edson Álvarez, Romo, Chaves (Alexis Vega) e Carlos Rodríguez (Pineda); Antuna (Cortizo), Julián Quiñones e Santiago Giménez. Técnico: Jaime Lozano

    Sem tags.