Rio Grande do Sul registra mais uma morte por enchentes; número de vítimas sobe para 173

Por Redação com JPan - em 1 semana atrás 19

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul divulgou neste domingo (9) um novo boletim referente ao número de mortos, tragédia que afetou o Estado no mês entre o final de abril e maio. O novo balanço mostra que mais uma pessoa foi dada como morta, fazendo com que o número de mortos chegasse a 173. Há uma semana, no último levantamento que tinha sido divulgado pela Defesa Civil, os mortos era 172. A nova vítima morreu em Roca Sales. As cidades com mais ocorrências de mortes são Canoas (31 óbitos), Roca Sales (13 óbitos) e Cruzeiro do Sul (12). Em relação aos desaparecidos, são 38, uma redução em relação ao boletim de semana passada, que mostrava 42. Mais de 2,3 milhões de pessoas foram afetadas pelas fortes chuvas.

Neste domingo, o Rio Guaíba, em Porto Alegre, atingiu a menor marcar já registrada desde o dia 3 e maio. 2,91 metros foi o nível que o Rio registrou às 9h. No mesmo local, em 6 de maio, o nível chegou a 5,33 metros. Apesar da boa notícia em relação à diminuição do nível do rio, a preocupação persiste entre os moradores do extremo sul do estado. O grande volume de água que passa pelo Guaíba e deságua na Lagoa dos Patos antes de chegar ao Oceano Atlântico pode ser afetado por diversos fatores, como a direção do vento e a velocidade da corrente marítima. Aos pouco, o Rio Grande do Sul vai se recuperando da tragédia. No sábado, Porto Alegre voltou a ter 100& de abastecimento de água pela primeira vez desde o início das enchentes no município.

    Sem tags.